O exercício do sacerdócio na família
Fé Luterana - A educação cristã no sacerdócio geral

 Falar em educação cristã na perspectiva do sacerdócio geral de todas as pessoas que creem remete o pensamento ao compromisso batismal assumido mediante a motivação do evangelho de Mateus 28.19-20: ...vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando esses seguidores em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando- os a obedecer a tudo o que tenho ordenado a vocês...

   A partir do Batismo, somos sacerdotes e sacerdotisas chamados, capacitados e desafiados por Deus ao servir alegre e desinteressado por meio dos dons de cada um e cada uma. Este Batismo vem acompanhado do compromisso com a Educação Cristã Contínua nas suas diferentes dimensões.

   O lugar por excelência para o exercício da educação cristã está na família, desde a mais tenra idade, de forma constante e comprometida. Educar para a vivência concreta da fé, encantar para a o servir comunitário, desafi ar para um testemunho vivo e real é tarefa primeira da família. Esta educação acontece por meio de pequenos gestos, como estimular a oração e o canto, meditar, vivenciar momentos comunitários em família, transmitir valores cristãos em um mundo confuso e carente de comportamentos éticos e morais coerentes.

   É na família que ensinamos e aprendemos a temer a Deus, a servir, a ser tolerantes e compassivos, a ser pessoas responsáveis e éticas, a vivenciar a liberdade de forma comprometida conosco mesmo e com o semelhante.

   O desafio da família é ser família cristã que vivencia momentos de ligação entre os seus membros e com Deus. No momento em que tomamos consciência da importância do sacerdócio de todas as pessoas que creem, assumimos o nosso compromisso em manter a Igreja de Jesus Cristo viva e alegre, não delegando a outros esta função. Por meio da educação cristã, que começa na família e para ela retorna, é possível estabelecer relações mais humanas, que tenham em vista a vida.

   Na educação cristã familiar para o exercício do sacerdócio, não cabem a negligência, o comodismo e a indiferença. Na infância, a minha mãe não perguntava aos filhos se queriam ir ao culto. Ela afirmava nós vamos ao culto. A educação cristã na família, o encantamento e a paixão pelo sacerdócio passam por uma atitude positiva diante da vida comunitária. O compromisso com o sacerdócio passa por uma educação vivencial na qual nos permitimos ser encantados e atraídos. O Ministério de Jesus Cristo é tarefa de toda pessoa batizada, nem a menor pode faltar.

   Para realizar esta tarefa, Jesus nos dá a garantia da sua companhia: ...eu estou com vocês todos os dias, até o fi m dos tempos. Com a companhia do Cristo, é possível ser pessoa cristã comprometida com uma educação de qualidade dentro da família e, a partir dela, participar com alegria e dedicação do Ministério de Jesus Cristo confi ado a todos e testemunhar o diferencial do Batismo na nossa vida familiar, comunitária e social.

Para refletir, leia 1Pedro 2.1-10 

Pa. Iraci Wutke, formada em Teologia pelas Faculdades EST, em São Leopoldo/RS, com Licenciatura em Filosofi a e Pós-graduação (lato sensu) em Ética, é representante do Sínodo Espírito Santo a Belém no Conselho da Igreja. Atua na Paróquia de Rio Possmoser, em Santa Maria de Jetibá /ES 
Pa. Iraci Wutke
Jorev Luterano - Edição de Janeiro / Fevereiro de 2013
quarta-feira, 20 de março de 2013
IECLB
SESB - Sínodo Espírito Santo a Belém
IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil
Rua Engenheiro Fábio Ruschi, 161 - Bento Ferreira - Vitória - ES
CEP 29050-670 - Tel/fax: (27) 3325-3618 - E-mail: secretaria@sesb.org.br
2012-2013. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por: Wagner Jann