Paróquia Evangélica de Confissão Luterana em Santa Teresa-ES
foto: autor desconhecido
COMUNIDADES
Alto Caldeirão, Rio Perdido, Santa Teresa, Serra dos Pregos, XXV de Julho. Pontos de Pregação: Fundão, Lombardia, Várzea Grande
ENDEREÇO DA SEDE
Paróquia Evangélica de Confissão Luterana em Santa Teresa-ES
Tel. (27) 3259 1283, Rua dos Jasmins, 56 - Jardim da Montanha, 29650-000 - Santa Teresa - ES end. postal: c.p. 46, 29650-000 - Santa Teresa - ES.

O início
A Paróquia de Santa Teresa foi criada no dia 20 de junho de 1993, ao ser desmembrada da Paróquia de Santa Maria de Jetibá. Neste dia foi eleito o primeiro presbitério paroquial em reunião na comunidade de Santa Teresa. Mas as comunidades já existem há muito mais tempo. Algumas centenárias. A grande motivação para o desmembramento foi a grande extensão da paróquia de Santa Maria de Jetibá. As comunidades cresceram em número de membros e aumentou a demanda por trabalho nas comunidades. Depois do desmembramento, a paróquia de Santa Maria de Jetibá custeou as despesas com a construção da atual casa e salão paroquial.

As comunidades que integram a paróquia são: Alto Caldeirão, Serra dos Pregos, Santa Teresa, Rio Perdido e XXV de Julho.

Alto Caldeirão: iniciou no ano de 1989 com 23 famílias e a igreja foi inaugurada no ano de 1991. Na verdade, o que se pensava para este espaço que hoje é o templo é que fosse um centro comunitário multiuso. Tanto é que a elevação do altar na frente foi acrescentada posteriormente. Antes da inauguração, a comunidade se reunia nas casas de famílias. Tem uma participação de 65 famílias membros. Tem predominância pomerana e as famílias vivem da agricultura familiar.

Serra dos Pregos: iniciou sua história no ano de 1920 quando em fevereiro daquele ano um grupo de onze famílias iniciou a construção da primeira capela. Esta também serviu como escola. Foi termina em dezembro de 1920 e em 24 de junho de 1921 a capela foi inaugurada pelo P. Heinrich Wrede de Santa Maria de Jetibá. Albert Tonn foi instalado pelo pastor Wrede como primeiro desta escola.

Como a igreja ficou pequena por causa do aumento do número de famílias, foi preciso construir uma segunda igreja, que foi inaugurada em 06 de janeiro de 1946. Este templo foi utilizado pela comunidade por 56 anos. Foi necessário construir um terceiro templo com mais espaço dentro e fora do templo. O acesso, o espaço interno da igreja e o pátio já não atendiam a demanda da quantidade de famílias. Por isso, iniciou-se a construção do terceiro templo. Este foi inaugurado no dia 03 de fevereiro de 2002, localizado ao lado da rodovia Santa Teresa – Santa Maria de Jetibá.

Também tem predominância pomerana, mas com crescente participação de membros de outras descendências étnicas, somando 130 famílias atualmente.

Santa Teresa: O templo da comunidade de Santa Teresa foi inaugurado no dia 29 de julho de 1956. A comunidade iniciou naquela época com oito famílias que ergueram o templo em mutirão. Tem famílias de descendências étnicas diversas, por abranger cidade e zona rural. Atualmente conta com participação média de 100 famílias. Tem um ponto de pregação na localidade de Lombardia, onde residem algumas famílias que, devido a distância de entre 15 e 20 km, não conseguem participar tão frequentemente dos cultos no templo no centro da cidade. A comunidade sonha com a construção de um novo templo, pois o acesso, o espaço interno da igreja e o pátio também já não suportam a atual quantidade de famílias que compõe a comunidade.

Rio Perdido: No dia 03 de setembro de 1884 aconteceu o primeiro culto batismal em casa de família (Ebermann). Surgia a Comunidade Luterana de Rio Perdido. Foi lugar de rota migratória para o norte do Estado do Espírito Santo, mais tarde para Rondônia e Grande Vitória. A comunidade abriga o primeiro cemitério luterano em “terras quentes” do Estado (1885). A comunidade esteve filiada a diversas paróquias neste período (Jequitibá, Santa Maria de Jetibá, Palmeira de Santa Joana) e foi até sede de paróquia entre 1900 e 1904. Também já teve três templos no decorrer de sua história. O primeiro templo foi a Capela de Santa Cruz, inaugurado no dia 11 de maio de 1893 com o pastor Lehmann. Esta capela também foi usada como escola no início da comunidade. Como o espaço logo se tornou pequeno, a comunidade iniciou a construção do segundo templo em 12 de novembro de 1900. O lançamento da pedra fundamental no dia 01 de fevereiro de 1901. A constituição de Rio Perdido como paróquia nesse período (1900-1904) trouxe ânimo para essa obra. Este templo foi demolido em 1946, pois a estrutura de madeira já apresentava falhas e representava risco para as pessoas. Partiu-se então para a construção do terceiro templo que foi inaugurado em 06 de maio de 1948 com a presença do pastor Sigmund Wanke. Este é o templo onde a comunidade continua se reunindo atualmente com as suas 30 famílias membros.

XXV de Julho: No dia 18 de maio de 1902 foi inaugurado o templo que até hoje acolhe as celebrações e atividades da comunidade. Mas as famílias pioneiras chegaram em 20 de maio de 1877. A escola que funcionava no local, também foi uma das primeiras do município, formando pessoas em busca de um futuro melhor. Destacou-se pela forte atuação musical com coral de vozes e Banda Lyra de Apollo. Assim como também em Rio Perdido, muitas famílias migraram para outros lugares em busca de melhores condições de vida e trabalho. Abriga uma diversidade étnica: suíça, alemã, italiana, holandesa, africana, polonesa, indígena ... Enfim, bem brasileira. Atualmente conta com 25 famílias participantes.

Atualmente
Hoje a paróquia conta com aproximadamente 950 pessoas batizadas. Mesmo sendo uma cidade com predominância italiana e católica, está bem inserida no contexto urbano e rural e é reconhecida e respeitada pelo seu nome.

Santa Teresa, cidade turística, está localizada a uma distância de 75 km de Vitória e 60 km de Colatina, a uma altitude média de 650 m. em relação ao nível do mar. O que mantém a economia local, além do comércio, é o agroturismo, o café, a pecuária, a horticultura e o eucalipto.

Nossos Templos
Templo de Santa Teresa-ES

IECLB
SESB - Sínodo Espírito Santo a Belém
IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil
Rua Engenheiro Fábio Ruschi, 161 - Bento Ferreira - Vitória - ES
CEP 29050-670 - Tel/fax: (27) 3325-3618 - E-mail: secretaria@sesb.org.br
2012-2013. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por: Wagner Jann