Paróquia Evangélica de Confissão Luterana em Santa Maria de Jetibá-ES
foto: autor desconhecido
COMUNIDADES
Alto Recreio, Córrego do Ouro, Recreio, Santa Luzia, Santa Maria de Jetibá, Vila Jetibá. Pontos de Pregação: Médio São Sebastião
ENDEREÇO DA SEDE
Paróquia Evangélica de Confissão Luterana em Santa Maria de Jetibá - ES
End.: Rua Hermann Roelke, 230 - Centro, 29645-000 - Santa Maria de Jetibá - ES, Tel./Fax (27) 3263-1158 - End. postal: c.p. 14, 29645-000 - Santa Maria de Jetibá - ES.
E-mail: paroquiaieclbsmj@gmail.com, comunidadeluteranasmj@gmail.com
Site: www.luteranos.com.br/jetiba

Apresentação
Por volta do ano de 1888 as primeiras famílias luteranas se estabeleceram nas imediações da localidade onde hoje se situa a cidade de Santa Maria de Jetibá/ES. Tratava-se de famílias de imigrantes germânicos e pomeranos, ou de seus descendentes que, anteriormente, haviam habitado regiões como Luxemburgo ou Jequitibá. A vinda destas famílias a Santa Maria de Jetibá já marcava o início da migração interna destes imigrantes e de seus descendentes no estado do Espírito Santo. Geralmente estas famílias tinham grande número de filhos e filhas. As áreas de terra em que habitavam já haviam se tornado pequenas demais para a sobrevivência de tantas pessoas. Por outro lado o solo frágil destas regiões já estava esgotado. Era necessário procurar novas terras. Foi assim que surgiu a povoação de Santa Maria de Jetibá.

Chegados a esta nova localidade, a primeira providência comunitária foi a construção de um cemitério, inaugurado no ano de 1889. O segundo passo no esforço de edificar uma comunidade eclesial foi a construção de uma pequena escola que também passou a ser utilizada como local de culto. Esta construção foi inaugurada no dia 26 de abril de 1892. O atendimento pastoral vinha da parte da já consolidada Paróquia de Jequitibá.

No ano de 1903 iniciavam os esforços desta pequena comunidade para tornar-se paróquia autônoma, o que veio a tornar-se realidade no dia 23 de outubro de 1904 com a instalação do primeiro pastor luterano a residir na localidade de Santa Maria de Jetibá, a saber, o Pastor Friedrich Heinrich Wrede. Por ocasião de sua instalação, Wrede já recebeu o pedido de atender pastoralmente algumas famílias luteranas residentes em outras localidades: Alto Santa Joana e Rio Claro. Nos anos seguintes outras comunidades se filiaram a Paróquia de Santa Maria de Jetibá: Alto Limoeiro, Laranja da Terra, Guandu, Alto Rio Possmoser, Alto São Sebastião e Barracão. Estas comunidades, mais tarde, vieram a se tornar paróquias autônomas.

Atualmente a Paróquia de Santa Maria de Jetibá compõe-se de seis comunidades (Recreio, Alto Recreio, Santa Luzia, Córrego do Ouro, Vila Jetibá, e Santa Maria de Jetibá) e de dois Pontos de Pregação (Médio São Sebastião I e Médio São Sebastião II), congregando um total de 5.400 pessoas batizadas.

Histórico da Comunidade de Santa Maria de Jetibá
No dia 26 de abril de 1892 foi inaugurada a primeira capela-escola na localidade de Santa Maria de Jetibá. Famílias luteranas que anteriormente estavam estabelecidas nas regiões de Luxemburgo e Jequitibá, adquiriram colônias nas imediações da atual cidade de Santa Maria de Jetibá e deram início ao esforço de edificação de uma comunidade eclesial na localidade. Nos primeiros doze anos de existência desta pequena comunidade, o atendimento pastoral veio da parte de duas outras paróquias que já estavam consolidadas: Jequitibá e Palmeira de Santa Joana. Somente com a chegada e instalação do Pastor Friedrich Heinrich Wrede, ocorrida no dia 23 de outubro de 1904, é que a Comunidade de Santa Maria de Jetibá se tornou a comunidade-sede de uma nova paróquia.

A capela-escola inaugurada em 1892 logo se tornou pequena para acolher a todas as famílias luteranas que se estabeleceram na região. Um segundo templo foi inaugurado no dia 16 de agosto de 1903 pelo Pastor Philipp Peter que, naquele ano, atendia pastoralmente a comunidade. Passados mais quinze anos, teve que ser construído novo templo. Sua inauguração ocorreu no dia 14 de julho de 1918. Este terceiro templo da Comunidade de Santa Maria de Jetibá ainda não possuía torre. Os sinos, adquiridos em 1906, permaneciam instalados num campanário em frente ao templo. A torre anexa ao atual templo foi inaugurada no dia 18 de abril de 1948. Passados trinta e sete anos, esta torre teve que ser demolida, sendo construída uma nova torre que foi inaugurada no dia 14 de julho de 1985.

Atualmente a Comunidade de Santa Maria de Jetibá conta com um total de 4.382 membros inscritos.

Histórico da Comunidade de Recreio
A origem da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Recreio deve ser buscada no ano de 1894, pois no dia 4 de maio daquele ano o Sr. Carlos Dummer e a Sra. Amélia Dummer fizeram a doação de um terreno para a construção de uma escola comunitária naquela localidade. Na escola construída sobre este terreno foram celebrados os primeiros cultos luteranos na localidade de Recreio. Inicialmente esta pequena comunidade recebia atendimento pastoral da parte dos pastores atuantes na Paróquia de Jequitibá. Somente algumas décadas depois é que o Pastor Hermann Rölke, da Paróquia de Santa Maria de Jetibá, começou a pastorear a Comunidade de Recreio.

A construção do atual templo ocorreu no ano de 1965. No dia 2 de maio daquele ano era solenemente lançada a sua pedra fundamental. A inauguração do templo, ainda sem a torre, ocorreu no dia 5 de junho de 1965. A torre do templo foi construída somente uma década depois, sendo inaugurada no dia 5 de agosto de 1975.

Atualmente a Comunidade de Recreio conta com a participação de 625 pessoas batizadas.

Histórico da Comunidade de Alto Recreio
No ano de 1994 os Srs. Hugo Küster e Antoninho Hilgert fizeram a doação de um terreno para a construção de um templo luterano na localidade de Alto Recreio. Numa assembléia realizada no dia 5 de fevereiro de 1995 o Sr. Armindo Marquardt foi eleito como primeiro presidente da comunidade que ainda estava em fase de formação. O culto de lançamento da pedra fundamental do templo da Comunidade de Alto Recreio foi celebrado do dia 12 de fevereiro de 1995. A constituição oficial da comunidade ocorreu no dia 7 de julho de 1997, quando foi eleito o seu primeiro presbitério, composto pelos seguintes membros: Armindo Marquardt, Valdeci Lauvers, Darci Henke, Denídio Lauvers, Schirley Rossmann, Irineles Boldt Henke, Marcos Küster, Avelino Guilherme e Revelino Henke.

Atualmente a Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Alto Recreio, filiada à Paróquia de Santa Maria de Jetibá, conta com a participação de 133 membros batizados.

Histórico da Comunidade de Santa Luzia
No dia 10 de setembro de 2006 realizou-se uma reunião com os membros da IECLB residentes na localidade de Santa Luzia, município de Santa Maria de Jetibá, com a finalidade de encaminhar a construção de um templo. Nesta oportunidade os Srs. Ademar Gums e Geraldo Gums comunicaram às pessoas presentes a sua disposição de doar um terreno para este fim. Diante desta oferta, os participantes da reunião resolveram dar início à campanha de arrecadação de donativos em benefício da construção de um templo na área doada. Os trabalhos de construção tiveram início no dia 16 de outubro de 2006. A comissão de construção teve a coordenação do Sr. Ademar Gums.

O culto de lançamento da pedra fundamental do templo de Santa Luzia foi celebrado no dia 14 de janeiro de 2007. Depois de dois anos e quatro meses desde o início das obras, o templo foi festivamente inaugurado no dia 8 de fevereiro de 2009, ainda sem que tivessem sido adquiridos os sinos. A decisão pela aquisição dos sinos ocorreu no dia 24 de fevereiro de 2009. Feita a aquisição de dois sinos, um de 205 e outro de 100 quilos, os mesmos foram dedicados no dia 31 de maio de 2009.

Até a data de 4 de outubro de 2009 Santa Luzia permaneceu como um Ponto de Pregação da Comunidade de Santa Maria de Jetibá. Neste dia ocorreu a assembléia geral, na qual foi decidida a criação da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Santa Luzia, sendo eleito o seu primeiro presbitério, composto pelos seguintes membros: Geslaine Thom de Salles Gums, Sabina Schneider Gums, Elisângela Abel Gums, Selene Krause Berger, Venâncio Gums, Elizeu Gums, Ângelo Gums, Eraldo Gums, Lourival Roepke, Helmuth Krause, Erasmo Gums e Isaura Seick Gums.

A Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Santa Luzia conta, atualmente, com a participação de 198 membros.

Histórico da Comunidade de Córrego do Ouro
Até o ano de 2005 os membros da IECLB residentes na localidade de Córrego do Ouro se reuniam na escola pública local para a celebração de cultos. A primeira reunião para planejar a construção de um templo ocorreu no dia 15 de junho de 2004. Um ano depois, no dia 10 de julho de 2005, o templo era solenemente inaugurado. Ainda como Ponto de Pregação da Comunidade de Santa Maria de Jetibá, Córrego do Ouro escolheu o seu primeiro presbitério provisório, formado pelos seguintes membros: Gérson Berger, Vanildo Baebler, Ediane Berger, Lorin Hapke, Odete Kipert, Zélia Trancoso Berger, Marcelino Strelow, Vilma Holz Strelow, Marcelo Abeldt, Lindomar Kipert, Roberto Schiefelbein e Anselmo Pedro da Silva. Aos poucos foi amadurecendo a idéia de transformar o Ponto de Pregação em Comunidade. Isto veio a se tornar realidade numa assembléia geral realizada no dia 10 de julho de 2010, sendo eleito o presbitério da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Córrego do Ouro, formado pelas seguintes pessoas: Vanildo Baebler, Erinete Zaager Berger, Gérson Berger, Eliziana Retz Lutzke, Odete Berger Kipert, Lenira Krause Baebler, Marcelino Strelow, Marcelo Abel, Vilma Holz Strelow, Lindomar Kipert e Roberto Schiefelbein.

Atualmente a Comunidade de Córrego do Ouro conta com a participação de 103 membros batizados.

Histórico da Comunidade de Vila Jetibá
Já antes do ano de 2004 os membros da IECLB residentes na Vila Jetibá se reuniam esporadicamente na casa de algumas famílias para a celebração de cultos e estudos bíblicos. Aos poucos foi se fortalecendo a idéia da construção de um centro comunitário. Com muito esforço das lideranças locais e com a ajuda da Paróquia de Santa Maria de Jetibá foi adquirido parte de um terreno onde seria feita a construção. A outra parte do terreno foi doada pelo Sr. Emílio Stange. Em fevereiro de 2003 deu-se início à construção do Centro Comunitário Luterano em Vila Jetibá. No dia 10 de outubro de 2004 os trabalhos estavam concluídos. Nesta data ocorreu a inauguração festiva deste local de culto. A partir daí Vila Jetibá passou a ser um Ponto de Pregação ligado à Comunidade de Santa Maria de Jetibá.

No início do ano de 2012 tiveram início os encaminhamentos para a formação de uma Comunidade. Isto veio a tornar-se realidade no dia do oitavo aniversário de inauguração do centro comunitário, ou seja, no dia 10 de outubro de 2012. Neste dia ocorreu a assembléia de fundação da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Vila Jetibá, sendo eleito o seu primeiro presbitério, composto pelos seguintes membros: Adelina Wolfgramm Ludtke, Ediana Jacob Sperandio, Ediana Berger Butzke, Marilene Detemann Boldt, Tatiana Butzke Friedrich, Edinéia Boldt Detemano, , Ilson Kepp, Rogério Kuster, Valfred Bull, Fabio Ross, Jaimir Sperandio e Leonora Butzke Gasperazzo.

No dia de sua fundação, 51 pessoas batizadas foram inscritas como membros na nova Comunidade de Vila Jetibá. O presbitério estará sempre de braços abertos para acolher outras famílias luteranas residentes no bairro de Vila Jetibá e adjacências.

Álbum de Imagens
Templo de Santa Maria de Jetibá-ES

IECLB
SESB - Sínodo Espírito Santo a Belém
IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil
Rua Engenheiro Fábio Ruschi, 161 - Bento Ferreira - Vitória - ES
CEP 29050-670 - Tel/fax: (27) 3325-3618 - E-mail: secretaria@sesb.org.br
2012-2013. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por: Wagner Jann